Será que dengue e coronavírus têm relação uma com a outra? Confira as respostas a seguir!

Dengue e coronavírus fazem um time dos mais perigosos para a humanidade: se a dengue é um mal recorrente, e ainda mais frequente nos períodos mais chuvosos, o coronavírus veio para assustar todo o ano de 2020 com uma pandemia de origem ainda incerta e que, infelizmente, ficará na história.

Mas será que uma doença tem relação com a outra? Confira a seguir.

Dengue e coronavírus: o que um tem a ver com o outro?

Na origem, dengue e Covid-19 nada tem a ver um com o outro.

O que é a dengue

A dengue é causada pela picada do mosquito Aedes aegypti, que também pode ser o portador de outros vírus que causam o Zika Vírus e o chikungunya – doenças especialmente perigosas, principalmente, para grávidas.

Além disso, variações da dengue, como a hemorrágica, podem levar os pacientes à morte.

O que é Covid-19

O novo coronavírus, também conhecido por Covid-19, é altamente contagioso. Descoberto na China, em pouco tempo o vírus ganhou o mundo e causou milhões de infectados.

Doentes por Covid-19 tendem a ter maior fragilidade para doenças crônicas, especialmente, as respiratórias. Caso uma pessoa esteja doente por Covid-19 e seja picado pelo Aedes aegypti, poderá ter graves complicações, já que estará com a imunidade baixa.

Dengue proporciona imunidade para o novo coronavírus?

Falar sobre benefícios de uma doença que mata muitas pessoas por ano soa até estranho. Afinal, a dengue também pode ser considerada uma epidemia: até setembro de 2020, foram quase 1 milhão de infectados.

Mas há uma possível correlação de imunidade, segundo pesquisadores da Universidade Duke, da Carolina do Norte. Nos estudos, ficou evidenciado que áreas com maior número de pessoas que foram infectadas por dengue, e mantiveram anticorpos para a doença, apresentaram maior resistência para a chegada do novo coronavírus.

Ainda não existem evidências concretas sobre esse assunto e as pesquisas devem demorar alguns anos para serem finalizadas. Mas caso a hipótese seja confirmada, a vacina desenvolvida contra a dengue poderia ser uma ótima alternativa para proteger a população também contra a Covid-19.

Não corra riscos para a Dengue e novo coronavírus: a doença mora no vacilo

Em todos os casos, não vale a pena correr o risco. Dengue e coronavírus são doenças perigosíssimas que podem colocar em risco a sua vida e de toda a sua família.

Para evitar o novo coronavírus, use máscara o tempo todo se precisar sair de casa, higienize frequentemente suas mãos com álcool gel ou água e sabão, evite locais aglomerados, entre outros cuidados que você pode conferir no nosso quiz sobre o novo coronavírus.

E para a dengue, é sempre importante lembrar de não deixar água parada em quaisquer recipientes – da tampinha de garrafa ao tonel esquecido no quintal. São esses objetos que o Aedes aegypti utiliza para proliferar.

O mosquito mora no vacilo. E para não deixar passar nada em branco, clique aqui e encontre todos os vacilos que você conseguir!

Deixe seu comentário