O que é
coronavírus 

(Covid-19) ?

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A DOENÇA 

Os coronavírus fazem parte de um grupo de diferentes vírus que podem provocar infecções respiratórias.

A SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave) e a MERS (Síndrome Respiratória do Oriente Médio) são doenças provocadas por coronavírus.

No final de 2019, na cidade chinesa de Wuhan, foi identificado um surto de infecções por um novo coronavírus (SARS-COV2), que dá origem à doença chamada COVID-19.

Como a
COVID-19 se
apresenta?

Na maioria dos casos, os sintomas são leves e a doença, sem gravidade. As formas leve e moderada costumam se apresentar com dor de garganta, tosse seca e nariz escorrendo. A febre, nesses casos, costuma ser facilmente controlada com antitérmicos.

Na forma grave, observa-se desconforto respiratório progressivo, com desenvolvimento de pneumonia. Esses casos podem evoluir para insuficiência respiratória, com necessidade de uso de oxigênio e, mais raramente, ventilação mecânica.

Como o coronavírus
é transmitido?

  • Por contato direto com uma pessoa infectada (gotículas respiratórias, tosse, espirros, beijos, toque ou aperto de mão)
  • Por contato indireto, pelo manuseio de objetos ou superfícies contaminadas – vale lembrar que o vírus sobrevive vários dias fora do nosso corpo, em superfícies como plástico e metal, daí a importância da higiene de maçanetas, corrimões e superfícies de trabalho

Quais são
os sintomas do
coronavírus?

  • Febre
  • Tosse
  • Dificuldades para respirar
  • Dores musculares
  • Dor de cabeça
  • Dor de garganta 
  • Nariz escorrendo 
  • Diarreia
Identificou-se com os sintomas e acredita que pode estar infectado?

Em quanto tempo os sintomas se manifestam?

O período de incubação varia de 5 a 12 dias.

Como são definidos os casos suspeitos?

Neste momento, a principal atenção está direcionada para quem esteve em contato com casos suspeitos ou confirmados da doença nos últimos 14 dias.

Como se prevenir do coronavírus?

  • Higienizar frequentemente as mãos com água e sabão ou álcool gel a 70% por 20 segundos, pelo menos 
  • Evitar contato com superfícies possivelmente contaminadas 
  • Evitar compartilhamento de objetos de uso comum, como toalhas, copos, canetas, celulares etc. 
  • Em casa e no escritório, higienizar superfícies e objetos de uso comum com desinfetantes de uso habitual ou álcool gel a 70% 
  • Evite sair de casa e limite ao máximo o número de visitas 
  • Ao cumprimentar alguém, evite contato – nada de beijos, abraços ou apertos de mão
  • Não leve a mão ao rosto e à boca sem antes lavá-las 
  • Peça que as visitas lavem as mãos ao chegar em sua casa 
  • Caso saia, evite aglomerações e busque manter distância (no mínimo 1 metro) de qualquer pessoa que pareça apresentar problemas respiratórios 
  • Tenha cuidado ao apoiar malas e bolsas fora de casa para evitar contaminá-las 
  • Mantenha os ambientes bem ventilados 

Como lavar
corretamente
as mãos?

A higienização deve ser completa, incluindo o dorso das mãos, o vão entre os dedos e as unhas, e deve durar pelos menos 20 segundos.

Idosos demandam atenção especial

Idosos que sofrem de doenças crônicas têm apresentado com maior frequência as formas graves da COVID-19.

Como é o
tratamento do
coronavírus?

Ainda não há tratamento específico padronizado contra o vírus. Vários protocolos de tratamento contra a infecção estão sendo testados, no mundo todo e também no Brasil, em busca desta resposta. Além disso, os pacientes são cuidados com medidas de suporte até que o organismo consiga lidar com a infecção.

Nos casos leves, o médico pode indicar medidas para alívio dos sintomas e que ajudam a recuperação, como repouso, hidratação e medicamento contra febre e dor. Além disso, o isolamento domiciliar é indicado para evitar a disseminação do vírus.

Na maioria dos serviços médicos, os casos suspeitos de coronavírus são direcionados para áreas apartadas de pronto-atendimento, com fluxos e procedimentos específicos para proteção dos pacientes, acompanhantes e profissionais do hospital.

Lembre-se: higienize regularmente as mãos com água e sabão ou álcool em gel a 70%. Sempre que possível, permaneça em casa, reduzindo ao máximo o contato com outras pessoas.

Caso apresente dificuldade para respirar, febre de difícil controle acompanhada de tosse, ou seja idoso com alteração do estado geral, utilize uma máscara descartável e procure um serviço de saúde.

Para saber mais, fique de olho em nossas atualizações.
Preocupação se combate com informação.